AVANÇOS OU RETROCESSOS?

Por: Luciene M Leonel Dantas

Fico me perguntando, até que ponto seremos ingênuos de nos deixarmos levar pelas ilusões que invande nossas vidas?Sinceramente, só posso classificar tal atitude de ingenuidade, não consigo ver de outra forma. Penso nos vazios, nas expectativas, nos desejos de satisfação imediata, nas promessas utópicas de um futuro melhor, nas feridas emocionais, nos valores distorciodos, nas tristezas de quem se sente excluído, na solidão das maiorias, em uma sociedade pautada num ideal de “evolução” não sei de quê…
Estamos nos perdendo, talvez já estejamos perdidos há muito tempo. A nossa volta um avanço está ocorrendo de fato. Um avanço na tecnologia, na ciência, na maneira de viver e se pensar o mundo. Somos inundados por inovações a cada dia, sem ter ao menos o tempo necessário para saber se precisamos realmente delas.
Necessidade é a palavra mágica. Se conseguíssemos discernir melhor o que é necessidade e o que nos ilude, se soubéssemos voltar ao que nos resgata a humanidade, se pudéssemos eternizar os nossos momentos mais verdadeiros, será que seria diferente? Será que temos um destino kármico ou o mesmo está em nossas mãos e não estamos sabendo como conduzí-lo? É difícil questionar e mais ainda obter as respostas. Somos todos ingênuos ou tolos? Carregamos um ônus pela nossa condição ou estamos tentando realmente evoluir?
Nós nem sequer sabemos o que ingenuamente buscamos, mais parece um suicídio coletivo ou um extermínio inconsciente da raça. Não estou falando de intenções, pois, acredito mesmo que sejam as melhores, no entanto, percebe-se um desajuste e uma incoerência entre o que se quer e o que se faz. O ser humano é paradoxal por natureza, é inteligente (quero crer nisto), é adaptativo, mas é ingênuo (estou concluindo tal idéia), só pode ser…é inconsequente, só pode ser…não se ama. Não se ama o suficiente, talvez por isto tanta tecnologia e inteligência não estejam fazendo sentido. Estamos ainda tentando agregar valor ao material e desvalorizar o essencial, buscamos humanizar o que não vive e desumanizar o que deveria ser humano, fazemos isto de maneira cruel e insana, fazemos por ingenuidade, por falta de amor, por tolice, por engano, mas fazemos. Isto é um fato e contra os fatos não há argumentos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s