O PORTUGUÊS NO AEROPORTO

Me desculpem nossos compatriotas portugueses, mas esta piada eu não poderia deixar de publicá-la aqui.

O português estava para pegar um avião, para visitar Portugal, quando uma coisa no aeroporto chamou sua atenção.
Era um computador com voz que identificava os passageiros por um novo sistema de reconhecimento de imagem.
Assim que ele passou, o computador acusou:
Manuel Joaquim, 52 anos, português, casado, de bigode, passageiro do vôo 455 da TAP.
Impressionado, Manoel foi ao banheiro, raspou o bigode, mudou de camisa, e o jeito de caminhar.
Ao passar pelo computador, pela segunda vez, a voz acusou novamente:
– Manuel Joaquim, 52 anos, português, casado, camisa nova, passageiro do vôo 455 da TAP.
Mas Manoel não se deu por vencido!
Voltou ao banheiro, abriu a mala que continha presentes para a Maria, e passou maquiagem, colocou uma peruca ruiva, sapato alto, echarpe, um vestido plissê, e resmungou:
– Agora, eu provo que essa máquina é burra!
Ao passar mais uma vez pela máquina, o Auto-Falante berrou:
– Aí vai, pela terceira vez, o português Manoel Joaquim, 52 anos, casado, travecão, e por causa de toda essa viadagem, acaba de perder o vôo 455 da TAP!

O português estava para pegar um avião, para visitar Portugal, quando uma coisa no aeroporto chamou sua atenção.

Era um computador com voz que identificava os passageiros por um novo sistema de reconhecimento de imagem.

Assim que ele passou, o computador acusou:

Manuel Joaquim, 52 anos, português, casado, de bigode, passageiro do vôo 455 da TAP.

Impressionado, Manoel foi ao banheiro, raspou o bigode, mudou de camisa, e o jeito de caminhar.

Ao passar pelo computador, pela segunda vez, a voz acusou novamente:

– Manuel Joaquim, 52 anos, português, casado, camisa nova, passageiro do vôo 455 da TAP.

Mas Manoel não se deu por vencido!

Voltou ao banheiro, abriu a mala que continha presentes para a Maria, e passou maquiagem, colocou uma peruca ruiva, sapato alto, echarpe, um vestido plissê, e resmungou:

– Agora, eu provo que essa máquina é burra!

Ao passar mais uma vez pela máquina, o Auto-Falante berrou:

– Aí vai, pela terceira vez, o português Manoel Joaquim, 52 anos, casado, travecão, e por causa de toda essa viadagem, acaba de perder o vôo 455 da TAP!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s