“Enem sem complicação”

Bom, todos que acompanham o meu blog, sabem que no ano passado, escrevi junto com o Dr. Paulo César Rodrigues Borges, um projeto chamado “ENEM sem complicação”.

O nosso projeto tinha como foco, o desenvolvimento de um site preparatório para o Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM.

Neste site, iríamos disponibilizar gratuitamente, aulas e simulados para os alunos que se inscreveram do ENEM. O projeto, contava ainda com a disponibilização de um aplicativo para celulares, onde os alunos pudessem testar seus conhecimentos e verificar onde estavam mais fracos.

Por traz deste projeto, contaríamos com uma ampla rede de professores que postariam seus vídeos e disponibilizariam suas aulas e comentários para alunos de todo o Brasil.

Submetemos nosso projeto para a Financiadora de Estudos e Projetos – FINEP, no site FINEP 30 dias. Fomos recebidos por dois analistas da FINEP e nosso projeto técnico e financeiro foi aprovado. Infelizmente, nosso projeto não foi aprovado politicamente, pois estava fora das diretrizes da FINEP.

Objetivo do Projeto

O objetivo principal do projeto é o de preparar os alunos do ensino médio que farão o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) a terem melhores condições de serem aprovados no Exame.

O produto é um sistema que será disponibilizado para os alunos do ensino médio que farão o Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM. O sistema será disponibilizado inicialmente na TV Escola, em um Portal e distribuído em plataformas de Smartphones: iOS (IPhone). Num segundo momento, pensamos em desenvolver para outras plataformas, como Android e Windows Phone.

O nosso aplicativo dará aos alunos, a possibilidade de se preparar melhor para o ENEM. Caso o aluno não se saia bem em determinada área do conhecimento, o mesmo terá acesso a outro site com aulas específicas on-line que o auxiliará em sua melhor preparação.

Resumo do Projeto

Projeto Enem sem Complicação

Este projeto tem por objetivo preparar os alunos do ensino médio que farão o Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM – a alcançarem melhor rendimento no Exame e, como consequência, serem aprovados. O produto é um sistema que será disponibilizado para os alunos do ensino médio que farão o Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM.

Descrição do Projeto

Descrição do Projeto Enem sem Complicação

O projeto intitulado ENEM SEM COMPLICAÇÃO consiste no desenvolvimento de uma aplicação multi-plataforma para sistemas operacionais e de telefonia móvel (padrão smartphone), com o fito de alcançar o maior número possível de alunos da rede pública e privada de ensino que se destina ao ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio). Baseia-se no desenvolvimento de aplicativos para os 3 tipos mais comuns e difundidos de sistemas operacionais embarcados nesses aparelhos, pelo emprego de tecnologias modernas e, na sua maior parte, livres (freeware).

 

Análise e impacto no mercado

Análise e Impacto

Tendo em vista que os estudantes do ensino médio, estão fazem anualmente o Exame Nacional do Ensino Médio-ENEM, detectou-se a necessidade de se criar um aplicativo gratuito com questões simuladas para serem difundidas entre os estudantes para se prepararem melhor para o exame.

Nosso produto é um aplicativo para preparar os alunos do ensino médio que farão o Exame Nacional do Ensino Médio-ENEM. O produto será desenvolvido para plataformas de celulares com tecnologia smartphone, com acesso a Internet. Será disponibilizado gratuitamente, contendo 100 questões simuladas e inéditas em 1 (uma) plataformas: IOs. O usuário terá ainda, acesso ao site com 100 questões simuladas e inéditas. Caso o usuário opte por fazer mais questões, ele terá que adquirir um pacote com 1.000 (mil) questões, tanto para o site, como para os aplicativos.

Impacto na Sociedade

 

Impacto na Sociedade

O uso criativo, inovador e múltiplo da tecnologia ajuda as pessoas, os grupos e as organizações a alcançar seus potenciais plenos. A tecnologia não escolhe classe social, etnia ou região geográfica. Ela está. Ao alcance de quem deseja desfrutá-la, mas para isso é preciso preparo, condicionamento e perseverança na busca de seu domínio.

É por esse motivo que nós (eu e o Prof. Dr. Paulo) da PMOLab, temos como principal propósito na nossa atuação empresarial criar instrumentos para que as pessoas, individualmente ou como organizações, possam desenvolver todo o seu potencial, todo o seu talento e toda a sua criatividade. Essa é a nossa razão de existir. Diante deste contexto, a PMOLab propõe que o projeto em apreço seja uma referencia num importante segmento social como o dos jovens e adultos candidatos ao ENEM, com o objetivo de apoiá-los no preparo e para que melhorem o seu rendimento neste Exame.

Para este projeto, prevê-se um cenário de quatro impactos de largo alcance social:

1) Preparar os alunos da rede pública de ensino pra competir em melhores condições no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM);

2) Preparar os professores para desenvolver questões simuladas adequadas ao Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM);

3) Disponibilizar para o Ministério da Educação 1.000.000 (um milhão de senhas), para serem distribuídas aos alunos de baixa renda de escolas públicas;

4) Levar aos pais, alunos, professores e sociedade novas formas de os alunos se prepararem para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM).

Inovação Principal

 

Inovação Principal

O objetivo do projeto assenta-se no emprego de recursos tecnológicos com aulas para TV Aberta e de telemática, especificamente a telefonia móvel por celulares inteligentes (“smartphones”), para prover um meio eficiente e barato para um jovem candidato ao ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) simular momentos de prova ou de avaliação do Exame nos seus ambientes de lazer ou de estudo.

Essa finalidade já se justifica pela importância que o Governo (MEC) dá a iniciativas que abrandem os custos do Exame. A escala de valores que fica por trás do ENEM dá uma noção da dimensão dessa empreitada governamental (dados do ENEM de 2012): 1) Mais de 15 mil locais de provas, distribuídos por mais de 1.600 municípios (cerca de 30% de todos os municípios brasileiros); 2) Mais de 560 mil pessoas envolvidas com o preparo e aplicação das provas; 3) Cerca de 5 milhões de candidatos que efetivaram as suas inscrições (desses, mais de 1 milhão só de SP).

A participação no exame também é pré-requisito para ingressar nos programas de financiamento e de acesso ao ensino superior, como o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), o Programa Universidade para Todos (ProUni) e o Ciência sem Fronteiras. Mesmo com a arrecadação de R$ 66 milhões pelo Governo, este ainda teve que arcar com R$ 262 milhões, já que as inscrições são subsidiadas e há ainda as isenções por carência. Mas um dos maiores problemas de custos com este ENEM de 2012 ateve-se à quantidade de faltosos, que chegou a cerca de 1,6 milhões (27,9% do total). O custo com esse contingente chegou à casa dos R$ 90,4 milhões.

O Ministro Mercadante tem como meta reduzir este índice e uma ferramenta amigável, portátil em “smart phones” e noutras plataformas, que alcance boa parte desses milhões de estudantes do País, tem grande potencial para reduzi-lo, uma vez que melhor preparado com os simulados rodados na plataforma móvel, o aluno candidato ao Exame poderá aumentar o seu nível de confiança, com boas perspectivas para não mais abster-se dele e não causar os prejuízos já descritos.

O aplicativo será construído consoante as boas práticas da engenharia de software, particularmente as de design de interação. O instrumento de sondagem primordial para levantar os requisitos de interface, assim como para avaliar a satisfação do usuário será o questionário fechado, por meio de formulários publicados pelo Google Docs®, o que imprimirá comodidade, confiabilidade e rapidez no pós-processamento dos resultados (respostas da amostra de usuários), já que a massa de dados dessas sondagens poderá ser exportada para o Excel®.

Vantagens competitivas do Projeto

 

Com a popularização dos telefones celulares inteligentes (smartphones), a disputa entre fabricantes desses aparelhos tem crescido bastante, considerando que a Apple acumulou 1,78 bilhões de dólares em vendas de aplicativos em 2010 e que a venda global de aplicativos móveis movimentou 4 bilhões de dólares no ano de 2011, de acordo com o instituo de pesquisas IHS. Em recente estudo intitulado “America’s Tech Talent Crunch”, o portal de carreiras de TI www.dice.com indicou que anúncios de emprego para os desenvolvedores Android cresceram 302% no primeiro trimestre de 2011 em relação ao primeiro trimestre de 2010; para iPhone, aumentaram 220% no mesmo período. Como vantagens competitivas podem ser citadas a disponibilização de um milhão de senhas gratuitas para os alunos da rede pública do ensino médio do Ministério da Educação – MEC.

 

Anúncios

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s